SOBRE NÓS

Somos uma escola especializada no  ensino de  crianças e jovens, com o objetivo de trazer a arte cênica como ferramenta para auxiliar o desenvolvimento psicomotor  e despertar o gosto, não somente como recreação, mas também buscando o interesse pela futura profissão.             

Desde 2000, o Studio Teatral Entreatos, traz  também em sua  grade curricular, aulas com professores de Expressão Corporal, Dança Contemporânea e aulas de Canto, com professores altamente qualificados e comprometidos com a alta performance de seus alunos.


O Studio Teatral Entreatos, acredita que através da arte, além de formar ótimos profissionais para o cenário artístico, possamos também contribuir para a formação educacional e moral de crianças, jovens e adultos, onde através do desenvolvimento pessoal e emocional possam cultivar o senso de disciplina, conduta e respeito perante a sociedade.
Agora Também com novos cursos:

 

 

NOSSA EQUIPE

Image035.jpg

Marcos Sanchez

Diretor

Teve sua formação em Artes Cênicas em 1981 pela Escola de Artes Dramáticas E.A.D. - USP (SP), Teatro Escola Macunaíma de São Paulo, Novo Teatro Brasileiro, sob a direção de Renato Borghi, no Espaço Nova Dança.  Estudou Ballet Clássico nas Escolas Padre Anchieta - SP, Danças Brasileiras, Expressão em Afro e Mímica, na Escola Jô Martins. No Conservatório Musical de Jundiaí estudou Canto e Coral, participando de diversos espetáculos pelo estado de São Paulo.


Em cursos para televisão, estudou com Herval Rossano. Ao lado de Maria Fernanda Cândido, Klever Ravanelli e grande elenco, viajou á Portugal sob a direção de Denise Del Vécchio, com o espetáculo “Anchieta Nossa História”.


Participou do espetáculo “O Reino Fantástico dos Sonhos”, sob a direção de Naldo de Camargo, ao lado de Paloma Duarte e Maria Alcina.  Com Maria Pia Finócchio e Paulo Novais, participou da produção teatral de “O Lago dos Cisnes”, de Azis Bajur, com longa temporada no TBC (Teatro Brasileiro de Comédia).

Sob a direção de Sebastião Apolônio, atuou em produções como: “O Rapto das Cebolinhas” de Maria Clara Machado, “Velório a Brasileira” de Azis Bajur, Os Três Porquinhos e o Lobo Rap e “As Pessoas de Pessoa”, espetáculo baseado nos heterônimos de Fernando Pessoa. Como diretor, produtor, autor e cenógrafo já ultrapassou a marca de 100 espetáculos onde desde 1993 dedica-se ao ensino das artes cênicas, deixando registrada sua metodologia em diversos alunos formados por sua escola.